saudade

Faz hoje 18 anos que ele partiu. Meu grande amigo e parceiro de resistência e de microfone, Álvares Fernandes. Pouco antes de morrer, Seo Álvaro, como era carinhosamente chamado, foi covardemente agredido no centro de Maringá. Chama atenção que ele prestou queixa na polícia, mas até hoje não foi descoberto quem teria sido o mandante, só que meio mundo desconfia (glup!).