Prefeitura licita empresa para destinação de carcaças de animais

A Prefeitura licitou empresa para a coleta, transporte, destinação final e tratamento de carcaças de animais encontrados em vias urbanas e estradas públicas, sendo responsável também por restos de sepulturas do Cemitério Municipal, como vestes e madeira de caixões, nos casos que familiares desejam aproveitar o espaço para um novo sepultamento.
A Servioeste Soluções Ambientais com sede em Chapecó (SC), única a participar do certame, foi a vencedora. A empresa já realiza os serviços para o município e receberá R$ 296.100,00 para o recolhimento e destinação final de 35 toneladas de animais mortos nas vias públicas.
O valor pago para 45 toneladas de recolhimento e destinação final dos restos de urnas mortuárias será de R$ 380.700,00.
Entre outros requisitos da contratada está a operacionalização de tratamento de resíduos de serviços de saúde na quantidade de pelo menos 30% do total estimado para o contrato; alvarás de Licença Sanitária e de Funcionamento, e Licença Ambiental de Operação.
O transporte dos resíduos são realizados em caminhão-baú fechado equipados com mecanismo de carregamento mecânico (hidráulico ou similar). A empresa também é responsável por ceder em regime de comodato todos os recipientes (contêineres para urnas mortuárias e contentores/bombonas para o recolhimento dos animais mortos necessários ao armazenamento dos resíduos para coleta).
Diariamente são recolhidos em média 10 animais mortos, a maioria entre cães e gatos. As solicitações devem ser feitas pelo telefone 156. As carcaças são destinadas para a Servioeste que realiza o tratamento dos resíduos antes de ir para incineração em Chapecó. Com relação aos restos de sepultura, mensalmente são retirados do Cemitério Municipal entre 1,5 a 2 mil quilos de resíduos.