duas invertidas

Para quem acha que a partir de 1º de janeiro o Brasil será um céu.
Só nesta semana o Bolsonaro levou duas invertidas. A aprovação, pelo Senado do reajuste de 16,38% no salário de ministros do STF que passaria de R$ 33,7 mil para R$ 39,3 mil e o protesto de servidores do Ministério do Trabalho contra a possível extinção da pasta, anunciada na quinta, por Bolsonaro.