NADA AINDA

Eu continuo no aguardo da resposta do governador Ratinho Junior sobre a chamada fofoca “bomba”, aquela em que ele e seu pai seriam sócios em uma empresa familiar que teria dado um calote milionário no fisco brasileiro. Algo em torno de R$ 76 milhões.