tal qual

Ao ver a dor de corno do Messi reclamando que no jogo contra o Brasil a Argentina foi surrupiada, me lembrei do que sempre dizia o mestre Álvaro Fernandes, corintiano roxo até debaixo d’água: “Eu torço para dois times. Para o Corinthians e contra o Palmeiras. E quando jogar os dois que o Corinthians ganhe por 1 a 0 com o gol marcado no último minuto do jogo e roubado”.